Show em Stateline: Blue Army Tour, 03/07/2015

Em homenagem ao 04 de julho, dia da independência americana, Steven Tyler usou as cores da bandeira dos Estados Unidos para subir ao palco. De cara, a banda entregou uma surpresa: a primeira abertura sem Draw the Line (Draw the Line, 1977) da turnê. A música que roubou o seu lugar foi Let the Music Do the Talking (Done With Mirrors, 1985) que, contando com esta ocasião, abriu apenas 16 raros shows do Aerosmith. A última vez em que ela havia sido tocada foi no show de Curitiba, no dia 15 de outubro de 2013.
F.I.N.E. (Pump, 1989) e Lord of the Thighs (Get Your Wings, 1974) não sobreviveram ao setlist. Last Child (Rocks, 1976) foi a única adição da última apresentação que permaneceu. A já mencionada Draw the Line foi parar quase no final do show, depois de I Don’t Want to Miss a Thing (Armageddon: the Album, 1998). Desta vez o espetáculo foi mais curto, com apenas 17 músicas, mas Steven deu a entender que quer apresentar “algo country” dentro do show. Veja todas as demais informações a seguir.

I Don't Want to Miss a Thing

Dream On

Comentários

comentário(s)

Igor Lino
Jornalista, já trabalhou na revista Exame PME, da Editora Abril, e atualmente está no Google. Apaixonado por música, livros e filmes.
Recommended Posts
Entre em contato conosco

Entre em contato conosco e responderemos o mais breve possível.

Not readable? Change text. captcha txt